Polícia
Publicada em 23 de Agosto de 2017 ás 09:51:10

Suspeito tinha aval de pais para estuprar menina no ES, diz polícia

Um homem de 39 anos foi preso nesta terça-feira (22) suspeito de estuprar uma menina de 11 anos com o consentimentos dos pais dela, em Viana. De acordo com o titular da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente, Lorenzo Pazolini, ele dava ajuda financeira e presentes à família em troca da permissão dos abusos. O homem negou tudo.

"Havia uma vantagem para essa família para que a filha fosse abusada. Era um pagamento em pequenas quantias e uma entrega de bens materiais e alimentícios para que ocorresse o crime. Havia conivência da família com o abusador", explicou o delegado.
 
O abuso só foi descoberto depois que a menina foi agredida pelo pai e levada para um abrigo em Viana. Durante o acompanhamento, ela confessou aos profissionais que a atendiam que era estuprada.
 
O delegado ainda contou que os pais podiam pegar a filha uma vez por semana no abrigo, e que cada vez que ela ia para casa, era novamente abusada. "O abusador, inclusive, ia junto com a família no abrigo para retirar a criança", contou o delegado.
 
O homem negou o crime. "Estou sendo acusado sem ter feito nada. Não tenho relação nenhuma com a menina, só de levar na igreja", disse. Ele será indiciado pelo crime de estupro de vulnerável.
 
Pazolini disse que os pais da menina vão responder pelo mesmo crise e também por omissão, já que tinham a obrigação de proteger a filha.
 
Aumento de denúncias e prisões
 
Apenas neste ano foram presas 59 pessoas suspeitas de abuso sexual de crianças e adolescentes. É quase o mesmo número de todo o ano passado, quando 60 foram presas.
 
Para o delegado, isso acontece porque as famílias estão denunciando mais e a polícia tem conseguido concluir um número maior de investigações.
 
"Estamos vivenciando uma quebra de um ciclo de impunidade. Muitos dos casos, que antes sequer chegavam ao conhecimento da polícia, seja por medo ou por sentimento de culpa da vítima, hoje são denunciados. O número de inquéritos concluídos e prisões têm aumentado, e isso tem gerado uma relação de confiança entre sociedade e polícia. Muitos casos que não eram apurados e ficavam pra sempre nos escaninhos da delegacia, hoje geram prisão e condenação do estuprador", falou.
 
Segundo a Polícia Civil, mais de 1500 pessoas estão presas por abuso sexual de crianças no Espírito Santo. Esse ano já foram presos pai, padrasto, pastor, professor, não há mais um mesmo perfil de abusador.
 
"Fazemos o alerta a pais e mães para qualquer tipo de aproximação com as crianças. Hoje é fundamental que as famílias se mantenham atentas em todos os segmentos sociais, nas escolinhas de esportes, nas igrejas, tem que haver uma relação de confiança entre pais e filhos. O abusador é alguém que, em 95% dos casos, se aproxima da criança para abusar, vai ganhando a confiança dela e da família, e vai evoluindo para o abuso sexual", explicou.
 

Redação BK2

 
Publicada em 23 de Agosto de 2017 ás 09:51:10
Outras Notícias de Polícia
15 de Setembro de 2017 ás 09:16:39
08 de Setembro de 2017 ás 08:30:57
04 de Setembro de 2017 ás 08:51:37
31 de Agosto de 2017 ás 08:51:08
25 de Agosto de 2017 ás 08:53:50
Big Brother Brasil
Cidades
Música
Empregos e Concursos
Economia
Carnaval
Natal
Copa 2014
Olimpíadas 2016
Mundo Rock
São João da Bahia
Radar
Mundo Gospel
Quentura
Jogos BK2
Cursos 24 horas
 
Jogue Grátis
Cursos 24 horas
Compras On-line